Buscar
  • Matriz Engenharia de Energia

QUAIS PROBLEMAS POSSO TER COM UMA ILUMINAÇÃO INADEQUADA?

Quando um projeto arquitetônico é feito, muitas coisas são consideradas, tais como o formato do ambiente, a disposição dos móveis, a funcionalidade da sala e, por último e mais importante, a iluminação do ambiente.

Uma boa iluminação não serve exclusivamente para deixar o ambiente mais bonito, a incidência de luz de um ambiente interfere diretamente na saúde do indivíduo. Os seguintes problemas podem ser causados pela exposição à uma iluminação inadequada:

Fotofobia

É uma condição visual que se traduz numa sensibilidade à luz quando os olhos estão expostos à claridade.


Catarata

Uma das principais causas de cegueira no mundo, é uma doença caracterizada pela perda de transparência do cristalino.

Irritação nos olhos

Umas das queixas mais frequentes devido à má iluminação é a irritação nos olhos que pode causar ardor, vermelhidão, dores e incômodo. O problema também pode se manifestar na forma de lacrimejamento.

Cansaço visual

O motivo pode ser tanto o excesso quanto a quantidade insuficiente de luz, o que leva a um esforço excessivo da visão e, consequentemente, uma sobrecarga nos olhos. Geralmente a fadiga visual vem acompanhada de outros problemas que afetam a saúde ocular, como: dor, coceira, sensação de areia nos olhos, vermelhidão, visão turva ou embaçada, além de dores de cabeça.


Distúrbios emocionais

A luz está intimamente relacionada com a produção de melatonina, mais conhecida como o hormônio do sono. Nesse sentido, ambientes escuros ou com quantidade insuficiente de luz estimulam a maior produção do hormônio. Por consequência, isso gera a sensação de sonolência, cansaço e apatia, diminuindo o rendimento e a disposição.

Câncer de pele

Quando exposto por muito tempo a luz solar podem ocorrer problemas como queimaduras, manchas, sardas e pintas que podem evoluir para um câncer de pele.


Envelhecimento precoce

Iluminação artificial pode causar envelhecimento precoce, manchas cutâneas vermelhas e câncer de pele. Isso acontece devido ao uso excessivo do computador ou de lâmpadas fluorescentes.

A má iluminação pode ser caracterizada por alguns fatores, como:

  • Níveis muito altos ou muito baixos de luz;

  • Distribuição incorreta da intensidade luminosa;

  • Cor inadequada da luz;

  • Mau direcionamento da luz e da sombra;

  • Lâmpadas, refletores e demais objetos de iluminação em mau funcionamento;

  • Mal uso da luz natural.

Como ter um ambiente com iluminação adequada?


Para ter um ambiente com uma iluminação adequada é preciso obedecer aos níveis mínimos de iluminância determinados pela NBR ISO/CIE 8995-1:2013. Além disso, a luz deve ser projetada de modo a evitar efeitos prejudiciais, como: ofuscamento, reflexos que causem incômodos, sombras e contrastes.


Recomenda-se, ainda, o melhor aproveitamento possível da luz natural, sendo a mais adequada para o ser humano, buscando o melhor equilíbrio entre a luz natural e a artificial.

Como se pode notar, a iluminação correta é imprescindível para garantir sua saúde. Pensando nisso a Matriz trabalha disponibilizando o serviço luminotécnico, que estuda a iluminação adequada de cada ambiente para proporcionar a melhor vivência possível.


Miguel Wichoski

Mayratan Araújo




22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo